sábado, 25 de fevereiro de 2012

mapa do meu nada

das minhas impulsividades, das minhas fugas (de mim mesma), das tempestades...

não tenho mais relógio, não olho mais pra trás e nem lamento tanto assim....


tenho estado calma, sem saber muito o que esperar, sem saber muito de mim mesma....
e isso é uma questão de escolha (talvez).

3 comentários:

  1. Adorei!

    Tem momentos que é preciso nos perdermos de npos mesmas para nos encontrarmos, ainda melhor!

    Bom domingo!
    bjuss
    Márcia *-*
    http://viajapensamentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Seu mapa do "nada" diz tudo.

    Abraço

    ResponderExcluir