sábado, 10 de novembro de 2012

teus olhos sorriam pros meus, tuas mãos procuravam decorar meu corpo e
o sabiam de cor.

lá fora a cidade ainda acontecia, e as horas que passavam eram
anunciadas pela janela aberta.

o nosso amor acontece de dentro pra fora.

te toco com suavidade e delicadeza, porque assim sua pele pede, assim
sua alma merece.

te sorrio com grandes lábios porque me sinto completa neste momento,
me sinto viva pois meu coração pulsa com o seu.

colo meu corpo junto ao teu, não me desintegro se tenho você.
e assim, durmo, colada em seu peito, ouvindo seu coração bater pra bater o meu.
e assim, assumo as horas quando vejo dia clarear.

Um comentário:

  1. Seu blog é de uma sutileza encantadora!

    Parabéns!

    ResponderExcluir