segunda-feira, 22 de julho de 2013

me sinto como uma coluna vertebral sem uma vértebra, portanto insustentável. daí vou pensando um pouco mais nisso e então me dói mais fundo, porque me parece irremediável, inconsertável, insubstituível esse elo, essa vértebra perdida.


"detesto ficar repetindo essas coisas, mas acontece que eu não sei pensar antes de falar, como a maioria das pessoas, então eu vou falando e só penso depois e às vezes eu só me dou conta que falei alguma coisa que não devia depois de já ter falado, compreendem?"

c.f.a.

ela chorou, limpou o nariz na toalha.

seguiu em frente.






ficou lá. carregando uma grande nuvem nublada.
essa nuvem se chama mágoa.

2 comentários:

  1. Lindo texto. A mágoa é difícil de digerir, mas só o tempo!!!

    ResponderExcluir
  2. Belas palavras, se misturam as minhas mágoas também.

    ResponderExcluir